Notícias

Caso Rafael Miguel: assassino é preso após 3 anos do crime




Paulo Cupertino assassinou o ator de 22 anos e os pais dele em junho de 2019. Ele estava na lista dos criminosos mais procurados de São Paulo Polícia Civil de São Paulo prendeu nesta segunda-feira, 16, Paulo Cupertino, acusado de matar o ator Rafael Miguel a tiros em junho de 2019. Ele estava foragido havia três anos. Rafael ficou conhecido por ter interpretado o personagem Paçoca no remake da novela Chiquititas, do SBT. O réu foi encaminhado ao Palácio da Polícia, na região do Centro Histórico da capital paulista. Além da morte do ator de 22 anos, Paulo Cupertino também assassinou João Alcisio Miguel, 52 anos, e Miriam Selma Miguel, 50, os pais de Rafael Miguel. Paulo Cupertino foi preso quase 3 anos depois do crime (Foto: Reprodução/Polícia Civil) De acordo com o Ministério Público, o empresário atirou 13 vezes no artista. O motivo foi a não aceitação do namoro de sua filha, Isabela Tibcherani, com o artista. O crime aconteceu na frente da casa em que a jovem morava com a mãe, na zona sul. Paulo Cupertino fugiu logo após o triplo homicídio duplamente qualificado. Até então, ele estava incluído na Difusão Vermelha da Interpol, que tem a finalidade de localizar criminosos. O empresário era o primeiro nome da lista dos mais procurados e perigosos de São Paulo. Redação Oeste Fonte:https://riodasostrasjornal.blogspot.com/



Serviço Oferecido por Cabreu Voip
Sistema Midia Ambiente