Notícias

Roberto Jefferson é preso pela PF por atuação nas “milícias digitais que atentam contra a democracia”




Roberto Jefferson é preso pela PF por atuação nas “milícias digitais que atentam contra a democracia” Roberto Jefferson é apontado como provável puxador de votos do PTB para deputado federal em 2022 – Foto: Reprodução das redes sociais O presidente do PTB, Roberto Jefferson, foi preso pela Polícia Federal na manhã desta sexta-feira (13) no Rio. O ex-deputado que já postou fotos portando armas em nítida ameaça às instituições, é um dos alvos do Supremo Tribunal Federal no processo que apura a atuação das milícias digitais que apoiam o presidente Jair Bolsonaro, divulgando mentiras, fazendo discurso de ódio e atacando os ministros do STF. A prisão foi decretada pelo ministro Alexandre de Moraes, para, segundo ele, “garantia da lei e da ordem” e “conveniência da instrução criminal”. O ministro Alexandre de Moraes tomou a decisão o âmbito de investigação sobre suposta organização criminosa, “de forte atuação digital, com a nítida finalidade de atentar contra a Democracia e o Estado de Direito”. No entender do ministro está demonstrado nos autos “fortes indícios de materialidade e autoria dos crimes de calúnia, difamação, injúria, incitação ao crime, apologia ao crime ou criminoso, associação criminosa, denunciação caluniosa, além de delitos previstos na Lei de Segurança Nacional e no Código Eleitoral”. Moraes destaca no decreto de prisão que Jefferson continua a se manifestar contra as instituições democráticas, proferindo diversas ameaças. “A reiteração dessas condutas, por parte de Roberto Jefferson Monteiro Francisco, revela-se gravíssima, pois atentatória ao Estado Democrático de Direito e às suas Instituições republicanas. A Constituição Federal não permite a propagação de ideias contrárias à ordem constitucional e ao Estado Democrático, nem tampouco a realização de manifestações nas redes sociais visando ao rompimento do Estado de Direito, com a extinção das cláusulas pétreas constitucionais – Separação de Poderes, com a consequente instalação do arbítrio”, diz o ministro em sua decisão. Fonte:https://elizeupires.com/



Serviço Oferecido por Cabreu Voip
Sistema Midia Ambiente